MENUMENU
MENUMENU
MENUMENU

Mestre Cesteiro
Monte Redondo, 2017

A experiência do ambiente simpático e colaborativo do Museum Festum foi o mote para a nossa colaboração na edição do festival, em Agosto de 2017.
Motivados pela componente ambiental do festival, por técnicas de cestaria e, particularmente, pelo trabalho de grupos e artesãos que têm já uma longa experiência no trabalho com canas, decidimos usar este material como  matéria base para a construção de uma rede de estruturas que receberiam e encaminhariam os visitantes para o recinto.
A proliferação desta espécie vegetal nos campos baldios portugueses e, especificamente, nos da zona de Leiria, onde foi sempre considerada como uma espécie de infestante por comparação a outras fibras mais facilmente trabalháveis, por exemplo na cestaria, levou-nos a convidar um mestre cesteiro algarvio que nos introduzisse na arte de trabalhar e manipular este material.
O objectivo específico da sua criação, as técnicas de cestaria próprias do material e a formação de cada um dos elementos do projecto orientaram que a forma final fosse uma espécie de túnel de passagem, com cerca de 2 metros de largura e altura por 7 metros de comprimento, mas que a sua natureza cilíndrica pudesse ser também organicamente modelada de modo a criar um certo afunilamento e uma sensação de abertura, pelo jogo entre as mais variadas concavidades, convexidades e as tensões do material.

Cliente/Promotor: Museum Festum
Desenho e construção: TIL
Colaboração: Mestre Domingos Vaz

 ~ 2019 | info@otil.pt